Premiê chinês pede cooperação econômica China

(Xinhua/Liu Weibing)

Dubrovnik, Croácia, 12 abr (Xinhua) -- O premiê chinês Li Keqiang pediu na sexta-feira por uma cooperação econômica e comercial mais ampla e mais profunda entre a China e os Países da Europa Central e Oriental (PECO).

Li fez o pedido ao participar, junto com 16 líderes do PECO, da cerimônia de abertura do 9º Fórum Comercial do PECO e China.

Li disse que a cooperação China-PECO vem mantendo exuberante vigor e vitalidade, apoiada pelo desenvolvimento constante da cooperação econômica e comercial.

Em meio ao contexto da desaceleração na economia mundial no ano passado, o volume comercial entre a China e os 16 países aumentou 21%, atingindo um recorde histórico e demonstrando uma ampla perspectiva de cooperação, indicou Li.

O premiê chinês também observou um novo progresso na cooperação dos mercados de terceira parte, esforços conjuntos na construção do Cinturão e Rota, conectividade de infraestrutura, cooperação subnacional e intercâmbios culturais e interpessoais.

O primeiro-ministro disse que a China está disposta a alinhar melhor a Iniciativa do Cinturão e Rota com as estratégias de desenvolvimento de outros países, a defender os princípios de extensas consultas, contribuição conjunta e benefícios compartilhados, e a insistir em promover paz, cooperação, abertura, abrangência e aprendizagem mútua, com o fim de impulsionar uma cooperação econômica e comercial mais ampla e mais profunda entre a China e o PECO.

Para melhorar a facilitação do comércio, o premiê chinês pediu uma maior abertura de seus respectivos mercados e a simplificação dos procedimentos aduaneiros.

A China fornecerá um rápido canal para as exportações do PECO à China e fortalecerá a cooperação em facilitar a linha expressa terra-mar entre a China e a Europa, visando acelerar a logística transfronteiriça, indicou Li.

Sobre fomento de novos pontos de crescimento do comércio, o premiê chinês pediu à China e ao PECO que aproveitem mais os potenciais de comércio, otimizem a estrutura comercial, promovam a comercialização de produtos agrícolas, máquinas e produtos elétricos, incluindo carros e eletrodomésticos, e intensifiquem a cooperação em inovação e facilitem a cooperação em novas indústrias e novos modelos.

Sobre a cooperação em investimento e capacidade industrial, Li disse que o governo chinês apoia as empresas em suas operações comercializadas, e quer que os países pertinentes defendam os princípios de imparcialidade, justiça e não discriminação e protejam os direitos legítimos das companhias chinesas.

Para promover ainda mais a cooperação entre as pequenas e médias empresas (PMEs), a reunião dos líderes deste ano vai lançar o Centro de Parceria Global do PECO e China e um website sobre o mecanismo de coordenação China-PECO sobre PMEs, em um esforço para fornecer serviços mais convenientes para as empresas expandirem a cooperação em investimento.

相关阅读